Existe situação pior, durante a execução de tarefas no trabalho, do que a queda ou oscilação do sinal de internet?

Claro que existe, mas essa é, sem sombra de dúvidas, uma das piores e mais desgastantes situações, principalmente para quem precisa de internet o tempo todo.

Na maioria das vezes, quando a conexão de internet cai ou perde a frequência, na empresa, culpamos o provedor responsável. Porém, a queda no sinal da internet pode estar diretamente ligada à algumas práticas que mantemos em nosso dia a dia.

Será que você anda contribuindo com a queda de internet na empresa? Como acelerar a internet?

Confira as 7 práticas que mais prejudicam a conexão na empresa:

1) Rede Wi-Fi

Você utiliza rede wi-fi ou via cabo? Pode não parecer, mas esse é um dos fatores determinantes para o desempenho da conexão.

Utilizar a conexão sem fio proporciona diversos benefícios para a empresa: é flexível, pois é mais fácil de instalar, os custos com a sua manutenção são mais baixos, além disso, pode ser acessada por qualquer computador ou dispositivo que esteja em sua área de cobertura.

Por outro lado, a conexão wi-fi ainda oferece qualidade inferior à rede via cabo, como as menores taxas de transferência de dados, instabilidades causadas por interferência de aparelhos eletrônicos e barreiras para a frequência do sinal.

Além disso, a conexão a cabo é muito mais segura para o tráfego de informações, mais estável, apresentando poucos problemas de transmissão e maior estabilidade do sinal.

Para aumentar a velocidade da conexão, aproxime-se do ponto de acesso e verifique se não há obstruções físicas entre o ele e o computador.

2) Memória RAM

Você costuma utilizar diversos programas simultaneamente? Essa prática pode causar instabilidades na rede de internet. Isso porque, o desempenho da conexão está diretamente relacionada ao desempenho da sua máquina.

Quando a memória RAM é sobrecarregada, pela utilização de muitos programas, o computador e a internet acabam perdendo força e frequência.

Durante a utilização de diversas tarefas, a memória, assim como o disco rígido, acumula dados e informações que vão comprometendo sua eficiência. Por isso, é importante deixá-la sempre desfragmentada.

Outra dica é manter em uso a menor quantidade de tarefas possível. Feche os programas que não for usar e deixe aberto apenas aquele em que está trabalhando. Na dúvida, verifique as tarefas em uso no Gerenciador de Tarefas do Windows – ou na funcionalidade equivalente de outros sistemas – para saber qual atividade consome mais do processador de memória.

3) Janelas do Navegador

Você é do tipo que abre várias janelas do navegador?

Se a sua resposta foi positiva você pode estar entre os principais causadores de perda de conexão na empresa.

Quando utilizamos muitas janelas no navegador, mais memória é consumida e a conexão acaba perdendo sua frequência. Por isso, sempre que for necessário acessar mais de um site, opte pelas abas (páginas abertas na mesma janela, mas separadas por abas). Ainda assim, evite cometer exageros.

4) Banners e animações

Evite acessar sites de conteúdo duvidoso. Muitas vezes acessamos sites que parecem confiáveis, mas durante a navegação surgem banners, animações e anúncios escondidos em palavras-chave. Basta passar o mouse em cima para que eles apareçam.

Para que a página carregue toda essa informação por completo, diversos dados precisam ser enviados ao seu computador, o que comprometerá a sua conexão.

Por isso, sempre que identificar esse tipo de conteúdo feche a aba ou janela.

5) Complementos do navegador

Complementos para navegadores podem ser bem úteis, desde que usados com moderação. Quando instalamos muitos complementos ao mesmo tempo podemos ter a navegação comprometida ou até interrompida.

Se a sua conexão estiver lenta faça um teste iniciando o navegador com os complementos desabilitados. E sempre que precisar utilizá-los leve em consideração quais são úteis de verdade para você e abra mão daqueles que só enfeitam seu navegador.

6) Vírus e Spyware

Quando um computador está infectado um dos primeiros sinais que ele apresenta é a lentidão. E isso também vale para a internet.

Vírus e Spyware estão entre as causas mais frequentes de problemas com a conexão de internet.

O spyware interfere no navegador, monopolizando a conexão de internet deixando o sistema muito mais lento. Ele é capaz de monitorar como você está utilizando a internet e quais teclas está acionando, gerando atrasos. E esse problema se torna ainda pior quando vários spywares estão em execução ao mesmo tempo, podendo causar a perda total de conectividade.

Os vírus também prejudicam o desempenho da internet instalando códigos na máquina. Esses códigos tentam se propagar enviando cópias de vírus por e-mail. Alguns deles conseguem se multiplicar tão rápido como o envio de centenas de e-mails por minuto, reduzindo assim a potência do computador e a largura de banda de conexão.

Nem sempre é possível reconhecer quando um vírus se aloja em um computador, por isso, o ideal e recomendado por especialistas da área é manter o antivírus ativo, atualizado e sempre fazer limpezas nas máquinas.

7) Rádio, Vídeo e Download

Rádio, vídeo e download são os serviços que mais consomem banda de internet. Os vídeos, principalmente em HD e Full HD, são os principais causadores de baixa conectividade.

Já com o download, dependendo do tipo de conexão e de banda contratada, é possível consumir praticamente todos os dados de internet disponíveis.

Por isso, se não for essencial para o desenvolvimento de suas tarefas, evite essas praticas durante o horário de trabalho e enquanto estiver utilizando a conexão de internet da empresa.

Para evitar que os acessos indiscriminados prejudiquem outros colaboradores, a empresa pode controlar a cota de internet utilizada por cada funcionário ou equipe.

O AdmFirewall possibilita essa e muitas outras soluções para a segurança de dados e produtividade da empresa.

banner_bottom_blog-10