Vivemos em um mundo globalizado, onde a comunicação e o trabalho, utilizando ferramentas que compartilham os dados através da internet, se fazem um recurso essencial.

São muitas as rotinas e recursos utilizados pelos funcionários de uma empresa que demandam uma comunicação com aplicações e dados externos aos seus.

Para aproveitar todos os benefícios que o trabalho online pode trazer, sem comprometer a segurança na rede da empresa e a produtividade dos colaboradores, é importante saber monitorar os acessos à internet em tempo real e de forma eficiente.

Permitir que os funcionários utilizem as redes sociais e demais sites de lazer pela internet, entre outros, pode deixá-los mais contentes e consequentemente mais produtivos.

Porém, o uso indiscriminado destes recursos pode comprometer toda a segurança dos sistemas utilizados dentro da empresa e culminar no contrário do esperado: reduzir a produtividade.

É um direito da empresa monitorar os e-mails corporativos e outras ferramentas de comunicação disponibilizadas dentro do ambiente de trabalho.

Para evitar desentendimento entre as partes, os funcionários devem ser previamente informados a respeito do monitoramento e conscientizados de que é uma política não invasiva, que visa manter segura a troca de informações entre os sistemas internos e a internet, e manter a produtividade e o crescimento.

Confira a seguir algumas dicas de como monitorar os acessos a internet e garantir a segurança na rede da empresa.

Bloqueando determinados sites

Por diversos motivos, como a necessidade de pesquisar conteúdo na internet através dos navegadores ou encontrar fornecedores e clientes, a empresa pode ter necessidade de permitir que seus funcionários façam o uso da internet e acessem todo o conteúdo público disponibilizado na rede.

Muito deste conteúdo não estará de acordo com as políticas internas e conterá pragas virtuais maliciosas e que podem comprometer a segurança na rede ou serão conteúdos não relacionados ao trabalho e podem distrair o funcionário, diminuindo a sua produtividade.

Para evitar que isto aconteça, é necessário uma boa ferramenta que possibilite monitorar quais conteúdos estão sendo acessados e bloquear o acesso em tempo real, no caso de o usuário não obedecer as políticas previamente definidas.

Monitore os e-mails corporativos

O e-mail corporativo, como o próprio nome sugere, é um correio eletrônico disponibilizado pela empresa ou corporação para que seja utilizado por seus colaboradores apenas para fins empresariais.

Porém, com a grande quantidade de recursos que os novos provedores de e-mail disponibilizam e rapidez com que acontece a comunicação por meio deles, esta ferramenta também pode ser utilizada de forma indevida, diminuindo a produtividade e gerando custos que não estão relacionados aos negócios.

Os e-mails corporativos podem e devem ser monitorados pela empresa.

Todo o conteúdo compartilhado por meio deles, os horários permitidos para acesso e com quais outros e-mails a comunicação pode ser feita pode ser supervisionado através de uma ferramenta específica ou um conjunto de ferramentas integradas que tenham o intuito de monitorar os acessos à internet.

Utilize um bom firewall para garantir a segurança na rede

O bloqueio de determinados sites e o monitoramento dos e-mails corporativos são apenas alguns pontos que devem ser considerados no controle de acesso à internet.

É importante inspecionar os acessos às redes sociais (quando são permitidos), os arquivos que são enviados e recebidos e a instalação de outras aplicações que se comuniquem com a internet, dentre outros.

Uma aplicação muito eficiente e que pode integrar todos estes recursos necessários para um bom monitoramento, é o firewall. Através de um bom firewall é possível monitorar todo o conteúdo acessado na internet, os arquivos que entram e saem da rede interna da empresa, os horários que determinados conteúdos e aplicações podem ser acessados e muito mais.

Dessa forma, a segurança na rede da empresa é garantida e os funcionários cumprirão suas tarefas com mais produtividade.

Estas foram as nossas dicas de como monitorar os acessos a internet, garantir a segurança na rede interna e a produtividade em alta.

Gostou da nossa publicação? Compartilhe com os seus amigos. E se tiver alguma sugestão, deixe nos comentários! 😉