/ segurança da informação

Crimes na internet: como proteger a rede da sua empresa?

Apesar de todos os recursos tecnológicos que atuam a favor da segurança digital, os crimes na internet ainda são muito comuns. E cada vez mais tornam-se ameaças perigosas para as empresas, já que podem causar sérios prejuízos.

Por isso, é fundamental que as organizações implementem medidas de segurança para proteger seus dados e informações de clientes. Orientar os funcionários a respeito das práticas criminosas mais comuns, instalar ferramentas de software e implementar medidas preventivas para o caso de um ataque hacker são algumas soluções para a proteção virtual da sua empresa.

Neste post, vamos esclarecer o que são os crimes na internet e como preservar a integridade dos dados da sua empresa. Confira!

Saiba o que são os crimes na internet

24_ABRIL-1.-Saiba-o-que-s-o-os-crimes-da-internet
Os crimes na internet são delitos virtuais que se enquadram às ocorrências descritas no Código Penal Brasileiro. As penas incluem desde o pagamento de indenizações até prisão. A penalidade deve ser definida de acordo com as normas existentes na legislação brasileira e pelo Marco Civil da Internet — tópico que discutiremos mais adiante neste texto.

Geralmente, as fraudes são cometidas por meio de softwares e programas ilícitos instalados na máquina. Através desses mecanismos, os criminosos têm acesso a arquivos e dados pessoais salvos no computador e podem manipular as informações, utilizando-as para as mais diversas finalidades: clonagem, compras, sequestro de dados — em que se exige um pagamento para a recuperação dos arquivos —, entre outras.

Entenda a importância de proteger a rede da sua empresa de crimes virtuais

24_ABRIL-2.-Entenda-a-import-ncia-de-proteger-a-rede-da-sua-empresa-de-crimes-virtuais
Proteger sua empresa de crimes na internet é uma ação muito importante, pois evita uma série de prejuízos graves. No caso de ataques do ransomware, por exemplo, os invasores podem exigir valores altíssimos em dinheiro para a recuperação dos dados — o que pode tanto afetar o caixa da organização significativamente quanto paralisar as operações durante dias ou mesmo semanas. Já alguns criminosos podem utilizar os dados da empresa para realizarem transações bancárias, caso tenham acesso às informações necessárias.

Os dados dos clientes também podem ficar expostos no caso de um ataque hacker. Nesse cenário, além de afetar a reputação, a empresa ainda terá que indenizar seus clientes pelos prejuízos ocasionados pela falha de segurança na sua base de dados.

Conheça 5 formas de proteger sua empresa de crimes na internet

24_ABRIL-3.-Conhe-a-5-formas-de-proteger-sua-empresa-de-crimes-na-internet
Para evitar prejuízos relacionados aos crimes na internet, a empresa pode adotar algumas medidas para garantir a proteção dos dados, Abaixo, listamos 5 dicas para você implementar na sua empresa e reforçar a segurança digital:

1. Utilize senhas seguras

Uma das medidas mais simples para evitar fraudes online é utilizar chaves de acesso de alta complexidade. O recomendado é que a senha tenha no mínimo 6 caracteres e possua pelo menos uma letra maiúscula, um número e um caractere especial.

2. Oriente seus funcionários sobre phishing

“Phishing”, termo em inglês para “pescar”, é uma prática utilizada pelos criminosos para coletar informações dos usuários. A vítima é atraída a clicar em um link malicioso sem saber a real natureza daquele conteúdo e, assim, realiza uma ação indesejada — instalar um malware ou realizar um pagamento, por exemplo.

É muito importante que os colaboradores da empresa estejam atentos às boas práticas de navegação para evitar fraudes. Para isso, elaborar um material explicativo sobre o assunto pode ser uma solução interessante para educar os funcionários sobre medidas de prevenção.

3. Invista em um firewall

Você sabe o que é firewall? Trata-se de um software que bloqueia o acesso de usuários ou sistemas maliciosos à rede. Assim, o programa impede o tráfego indesejado de dados e autoriza somente acessos e envios de informações confiáveis.

Investir em um firewall é uma excelente solução de segurança, pois impede a invasão da rede e o envio de dados que não estejam especificados nas configurações do software.

4. Instale um bom antivírus

Além do firewall, instalar um antivírus em todas as máquinas da companhia é outra medida fundamental para se proteger de invasores.

É importante ressaltar que o firewall e o antivírus têm propósitos diferentes e um não dispensa o outro. Conforme explicamos, o firewall funciona como um filtro de dados, que controla a entrada e saída de informações. Já o antivírus protege o computador de conteúdos como mensagens de spam, links maliciosos e arquivos suspeitos recebidos através de e-mails, sites, redes sociais, entre outros.

5. Faça backups dos arquivos

Uma forma de proteger a sua empresa de ameaças é fazendo um backup de todos os arquivos. Assim, mesmo que ocorra uma invasão, o prejuízo não será tão significativo já que os dados estarão salvos em outros locais.

O indicado é que a companhia mantenha, pelo menos, dois backups: um na nuvem e outro em drives externos. Assim, os arquivos estarão protegidos de diversas ameaças.

Saiba como o Marco Civil da Internet protege sua empresa de crimes virtuais

24_ABRIL-4.-Saiba-como-o-Marco-Civil-da-internet-protege-sua-empresa-de-crimes-virtuais
A legislação trouxe uma série de diretrizes sobre o uso da internet e muitas empresas precisam se adaptar às normas. Confira abaixo mais detalhes sobre o Marco Civil da Internet.

O que é o Marco Civil da Internet?

O Marco Civil da Internet é uma legislação que regula o uso da internet no Brasil e garante direitos, estabelece deveres e orienta o papel do Estado no ambiente virtual.

Ainda que a interpretação da Constituição seja capaz de deduzir a melhor aplicação das normas jurídicas em relação ao uso da internet, são necessários conhecimentos específicos sobre tecnologia para definir diretrizes mais direcionadas, já que muitas dessas interpretações não avaliam alguns dos princípios virtuais. Em função disso, criou-se o Marco Civil da Internet.

A legislação, de modo geral, está relacionada à privacidade de dados dos usuários. Sendo assim, a lei veta o uso e fornecimento de informações para finalidades às quais o internauta não consentiu. O Marco Civil da Internet também tem como objetivo proibir que operadoras de internet façam distinção de velocidade entre os sites, garantindo o acesso igualitário a todas as páginas da internet.

Como o Marco Civil da Internet protege minha empresa?

Com a legislação, a empresa tem mais garantias caso sofra algum ataque virtual, já que existem normas voltadas especificamente para o uso da internet.

Porém, todas as empresas que têm sites ou lojas virtuais também devem incluir nas suas páginas uma Política de Privacidade e, em alguns casos, um Termo de Uso para garantir a proteção de dados dos usuários. Assim, antes de realizar qualquer ação, o internauta terá consciência do uso e tratamento dos seus dados pessoais e dará o seu consentimento antes de completar a atividade online. Além disso, a empresa também garante algum nível de proteção jurídica, pois estará cumprindo suas atividades de forma transparente aos seus usuários.

Proteger a sua empresa de crimes na internet é uma ação importante para garantir a segurança de dados tanto da companhia quanto dos seus usuários. Por isso, é fundamental que a organização invista em ações e recursos para evitar que ataques hackers provoquem sérios prejuízos à companhia.

Agora que você já sabe como se proteger de crimes na internet, que tal conferir o nosso artigo sobre segurança da informação?