Assim como em outros tipos de negócios, as empresas de TI têm se esforçando para “fazer mais com menos”.

Só que muitos gestores e empreendedores não conseguem visualizar ideias práticas e eficientes para reduzir suas equipes de TI e ainda assim satisfazer as elevadas expectativas de seus clientes.

Em tempos, quando as pequenas empresas de TI estão utilizando a computação na nuvem, – o SaaS e diversas soluções de terceirização para jogar de igual para igual com as grandes organizações no mercado – talvez seja uma boa tentar descobrir o que se pode aprender com essas pequenas equipes de TI e aproveitar as ideias em seu negócio.

Veja a seguir quatro estratégias que os pequenos times de TI têm aproveitado e que poderiam ser facilmente aplicadas nas grandes empresas!

Equipes de TI menores definem prioridades com eficiência

Com uma equipe pequena, não há margem de erro ao escolher quais projetos a empresa vai priorizar.

Se sua empresa não tem os recursos humanos ou equipamentos necessários para cumprir as demandas de vários projetos ao mesmo tempo, você tem que priorizar.

Nesse sentido, a empresa concentra seus recursos nos projetos eleitos e se esforça para minimizar as interrupções.

Esta é a primeira lição: quem dirige um departamento de TI ou está à frente das decisões críticas deve identificar e** manter as prioridades dentro da organização**, a fim de que sua equipe não fique sobrecarregada e se destroce em múltiplas direções.

Pequenas equipes de TI são mais unidas

As mesmas regras de qualidade se aplicam para os pequenos e os grandes departamentos de TI: todos precisam de pessoal com a amplitude e profundidade técnica necessária para cumprir bem os trabalhos.

Só que as equipes de TI menores acabam possuindo algo que os grandes na maioria das vezes não têm: habilidades de colaboração e integração.

Você não pode ter problemas de relacionamento graves ou conflitos de personalidade sérios no ambiente de trabalho, pois as pessoas acabam envolvidas em várias atividades ao mesmo tempo. E, caso o pequeno negócio perca, o impacto no time será muito mais profundo.

Os membros de um time pequeno sabem que uma equipe unida produz muito mais.

Por isso, não deixe de investir em estratégias que promovam a coesão e a harmonia no ambiente laboral dentro de sua empresa.

Um time unido é fruto do trabalho de um bom líder. Conheça 8 erros fatais ao liderar uma equipe.

Pequenos negócios em TI aproveitam mais as opções de terceirização

Existe, hoje em dia, uma vasta gama de opções de terceirizar serviços e o uso de equipamentos, o que torna infinitamente mais fácil de levar o negócio adiante.

Com isso, pode-se criar uma equipe interna que se concentra nas estratégias de mercado de seu negócio e no oferecimento de qualidade nas suas atividades aos clientes, e outra equipe externa, a qual cuida de soluções tecnológicas para sua empresa.

A tecnologia em nuvem, por exemplo, não quer dizer que você reduzirá seus recursos, mas que vai mudar o conjunto de habilidades que seu negócio precisa.

Pode-se implantar um ERP na empresa e manter uma equipe de TI especializada somente em corrigir eventuais erros no sistema, terceirizando o know-how de implementação.

As equipes de TI reduzidas cuidam a sério da gestão de fornecedores

As relações com os parceiros de mercado muitas vezes são cruciais para o bom funcionamento das empresas.

O gestor deve se ocupar a sério com esses relacionamentos, porque quando se precisa dos fornecedores, eles devem atender ao seu negócio imediatamente.

Portanto, você deve se certificar que o tipo adequado de gestores esteja à frente dessas organizações e que a combinação feita entre vocês seja justa e confiável.

Esta é uma tática de alta relevância: mantenha relações estreitas com seus fornecedores e tenha acesso a bons serviços e a tudo o mais no momento que precisar.

A oportunidade para ser ágil existe em um grau muito maior em um pequeno negócio de TI do que em uma empresa multinacional ou uma grande corporação.

O gestor pode falar com toda a sua equipe, provavelmente, dentro de uma sala ao mesmo tempo. E, além da proximidade com o pessoal, há a contiguidade com o negócio, fortalecendo a missão, as responsabilidades e o coração da empresa.

Este pode ser um aspecto difícil de superar, mas você pode ganhar em qualidade e produtividade se colocar em prática todas as outras lições.

Como estão as equipes de TI de sua empresa? Compartilhe suas experiências, dúvidas e opiniões conosco nos comentários.