Dados na nuvem: como garantir a segurança?

Segurança Cibernética Mar 20, 2020

Armazenar e guardar arquivos não é mais uma tarefa que gera dor de cabeça ou custos altíssimos. Hoje em dia, com o acesso a internet, é fácil e rápido transferir e disponibilizar dados, mas, nem sempre foi assim.

Apesar de ter surgido nos anos noventa, a tecnologia em nuvem não foi amplamente disseminada, como qualquer nova descoberta.

Dos anos 90 até o começo dos anos 2000, os meios comumente utilizados para armazenar os dados eram os pendrives, disquetes, CDs, etc. Porém, entre os anos de 2006 a 2008 isso mudou.

A tecnologia do armazenamento em nuvem ganhou ainda mais força e começou a ser utilizada como uma solução para as empresas, bem como na rotina das pessoas, em seus dispositivos.

Isso porque, o armazenamento em nuvem é um serviço que permite armazenar dados ao transferi-los pela internet ou por outra rede a um sistema de armazenamento externo mantido por terceiros.

A tecnologia em nuvem trouxe muitas vantagens, e veremos algumas ao longo do nosso artigo. Mas mesmo com a sua repercussão, muitas dúvidas surgem, tais como: como ela funciona? Quais os benefícios?

Além dessas dúvidas, uma preocupação muito importante surgiu:

Como manter os dados e arquivos seguros na nuvem?

Mediante a isso, preparamos esse artigo para te ajudar a entender:

  • O que é nuvem
  • Tipos de armazenamentos em nuvem
  • Vantagens
  • Como manter os dados seguros na nuvem

Vamos lá!

Contextualizando: O que é nuvem?

Na introdução do artigo, vimos um pouco do conceito da tecnologia em nuvem, mas vamos detalhar um pouquinho mais, para que não fiquem dúvidas.

Antes da tecnologia em nuvem não era possível, por exemplo, acessar um serviço simples de edição de texto sem possuir um software rodando no servidor do seu computador.

Hoje, muitas atividades podem ser executadas de maneira online, sem a necessidade de instalar programas extras, como por exemplo os serviços da Google, que utilizam tecnologia em nuvem.

Nele você acessa o seu e-mail, fotos e vídeos, pode criar e editar documentos, planilhas, etc. Essa tecnologia possibilitou a facilidade tanto de transferência como de armazenamento de dados.

Fazendo uma analogia simples: guardar seus dados na nuvem é, basicamente, a mesma coisa que você faz com o seu dinheiro quando deposita no banco. O banco armazena seu dinheiro em um lugar seguro, assim como a nuvem. que vai armazenar os dados em um servidor de alta disponibilidade da internet.

Tipos de armazenamentos em nuvem

Existem vários sistemas de armazenamento em nuvem diferentes, como aqueles para armazenamento pessoal, que armazena e/ou faz backup de e-mails, fotos, vídeos e outros arquivos pessoais de um indivíduo.

Há também, sistemas desenvolvidos pensando no cenário empresarial, possibilitando o armazenamento em nuvem como uma solução de backup remoto, sendo um suporte comercial para o qual a empresa pode transferir e armazenar de forma segura seus arquivos de dados ou compartilhá-los entre locais.

Em nosso artigo: Backup: garantindo a continuidade dos seus negócios! você pode descobrir mais sobre o backup em nuvem.

Dentro dessa categoria empresarial, existem três tipos modelos de armazenamento, que são os principais, a saber:

Nuvem pública

As nuvens públicas fazem parte de um provedor de serviço terceirizado, e é por ele que elas são administradas, entregando alguns recursos de computação via internet.

Vale ressaltar que, quando uma empresa faz uso de uma nuvem pública, ela está utilizando um serviço onde toda a parte de hardware, software e algumas outras infraestruturas são de total responsabilidade do provedor do serviço.

Isso significa que, todos os serviços disponibilizados por esse tipo de nuvem podem ser acessados por uma conta, através de algum navegador da web. Os serviços de armazenamento da Google se encaixa nesse modelo.

Nuvem privada

Já no caso da nuvem privada, os recursos de computação que são utilizados especialmente por uma única empresa ou organização. Essas nuvens podem ser localizadas fisicamente no datacenter local de uma instituição.

De uma maneira bem simples, uma nuvem privada seria aquela que tem tanto os serviços, quanto a infraestrutura inseridos em uma rede privada.

Nuvem híbrida

Por último, mas não menos importante, existem as nuvens híbridas. Elas são, basicamente, a junção de nuvens públicas e privadas que ficam conectadas por uma tecnologia que possibilita o compartilhamento de dados e aplicativos entre elas. Gerando, assim, um tráfego entre todos os aplicativos e dados de ambas as versões.

Nuvens híbridas proporcionam uma flexibilidade bem maior para as empresas, além de apresentarem mais opções de implementação e auxílio na otimização da infraestrutura, segurança e das conformidades existentes.

Vantagens do armazenamento em nuvem

Como vimos até aqui, a tecnologia em nuvem foi criada para transformar e otimizar os serviços dentro do mundo digital. Mas se tratando de armazenamento de dados e arquivos, quais as vantagens que uma empresa pode obter ao adotar um serviço de armazenamento em nuvem? Vejamos algumas:

Compartilhamento de arquivos sem falhas

Essa característica otimiza as ações para os projetos e arquivos da equipe, já que o sistema em nuvem proporciona a possibilidade dos colaboradores compartilharem, comentarem e editarem os arquivos ao mesmo tempo utilizando ferramentas online. Assim, ao invés de ficar trocando diferentes versões de um arquivo por e-mail, os colaboradores trabalham juntos em um único arquivo, aumentando a produtividade da equipe.

Disponibilidade de plataformas

Os serviços de armazenamento em nuvem funcionam em qualquer sistema operacional, seja Windows, Mac ou Linux. Dessa forma, mesmo que os colaboradores utilizem diferentes sistemas, poderão trabalhar com as ferramentas em nuvem, tendo a mesma visualização e acesso aos arquivos.

Recuperação simplificada

Dentro desse sistema, todas as alterações realizadas nos arquivos ficam salvas na nuvem de forma automática. Também, há um histórico completo com todas as mudanças realizadas desde a criação do projeto, indicando o nome do colaborador que editou. Assim é possível recuperar informações que, eventualmente, tenham sido apagadas, mesmo após um longo período.

Essas são só algumas das vantagens dessa tecnologia, mas existe uma preocupação muito importante, que norteou essa nossa conversa: o armazenamento em nuvem é seguro?

Como manter os dados na nuvem seguros

Os serviços de armazenamento na nuvem é, geralmente, seguro. Porém, existem algumas questões a serem consideradas. Como outras tecnologias, as versões gratuitas apresentam limitações que interferem na proteção dos dados.

Como sempre falamos em nosso artigos, quando se trata de uma empresa, o melhor caminho é conhecer a realidade, as necessidades e as demandas da mesma. Para assegurar uma maior proteção aos dados, o ideal é:

  • Escolher o tipo correto de nuvem. Geralmente a nuvem privada e híbrida são as mais indicadas para o cenário empresarial;
  • Escolher uma ferramenta de armazenamento confiável. Conheça a empresa, pesquise e saiba o nível de segurança dos serviços antes de contratar;

No caso da nuvem privada, por exemplo, a grande maioria das empresas que fornecem serviços de armazenamento em nuvem aplicam aos seus Data Centers as mais rigorosas políticas de segurança disponíveis no mercado.

Além disso, muitos utilizam a duplicidade (cópia) de arquivos. Ainda, os dados passam por criptografia, o que torna mais difícil o acesso ao conteúdo completo.

Sobre os dados dentro do armazenamento em nuvem lembre-se de:

  • Conversar com a equipe/profissional de TI da sua empresa
    Procure alinhar o orçamento da empresa considerando a necessidade do investimento em tecnologia e segurança da sua empresa.

Lembre-se: essas medidas não são simplesmente gastos a mais, mas cuidados que garantem a sobrevivência dos negócios.

  • Prezar sempre pela segurança das informações e dados como um todo
    Caso sua empresa faça uso dos serviços gratuitos em nuvem, procure garantir a proteção da rede da empresa, bem como a navegação dos usuários. Isso significa ter ferramentas como o firewall, web filter, proxy, antivírus, entre outras.

Essas ferramentas não irão só garantir uma proteção maior para os dados armazenados na nuvem, mas para outras vulnerabilidades e riscos que a empresa corre.

Conclusão

Podemos concluir dizendo que, a tecnologia em nuvem transformou e facilitou a tarefa de armazenar os dados. Mais do que isso, ela trouxe possibilidades que podem gerar grandes benefícios para uma empresa, sendo assim, usá-la em sua empresa, da maneira mais otimizada e segura é uma estratégia que pode melhorar seus negócios.

Afinal, tecnologia e segurança precisam andar sempre juntas. Por isso, nós da Starti estamos sempre entregando conteúdos para ajudar você a utilizar das tecnologias disponíveis, cuidando da área que vai garantir a proteção das informações da sua empresa: a segurança.

Aproveite e siga-nos nas redes sociais:

YouTube | Facebook | Instagram | Linkedin

Cola com Starti, juntos nós vamos construir um #BRASILSEGURO!
FONTES:

MICROSOFT |  DFNDR | EVEO

Great! You've successfully subscribed.
Great! Next, complete checkout for full access.
Welcome back! You've successfully signed in.
Success! Your account is fully activated, you now have access to all content.