O Proxy pode ser, basicamente, definido como um intermediário entre o usuário e seu servidor. Isso porque todos os dados para acesso na internet são disponibilizados por um servidor, desta forma, o proxy atende suas requisições e repassa os dados do usuário à frente.

De uma maneira bem simplificada, podemos dizer que o proxy faz uma ponte entre o computador e a internet, sendo aquele que vai autorizar aos computadores o acesso ao mundo virtual, enviando a solicitação do endereço local, o IP para o servidor, traduzindo e repassando o pedido para o computador que solicitou.

A tecnologia do proxy pode fazer bem mais do que só controlar o fluxo de uma rede, isso vai depender das configurações e do que está sendo desejado. Você pode estabelecer regras para a rede como um todo, ou configurar para um grupo ou um usuário de maneira mais específica.

O proxy ajuda na aceleração do acesso à internet, sendo muito útil para empresas, afinal velocidade na hora de navegar é fundamental, não é? Por essa razão, o proxy é muito útil para o cenário empresarial, mas é claro que não é só por isso. Ele também pode ser muito útil na proteção da navegação.

Tendo em vista esses benefícios, preparamos esse artigo para te contar um pouco mais sobre o que é o proxy, quais os tipos existentes e como ele pode ser uma peça muito útil na proteção dos dados da sua empresa e na otimização da navegação.

Ficou curioso para descobrir?

Então bora lá que vou te contar tudo!

Como funciona o Proxy

Já foi dito que o proxy faz a função de um intermediário entre o servidor e o usuário, mas, o que mais ele faz? E, como ele garante uma navegação mais segura? Bom, todas as requisições feitas ao servidor (o site que você quer acessar) passarão pelo proxy. Ao chegar ao site, o IP (Internet Protocol / Protocolo de Internet) do proxy fica registrado no cache do seu destino, e não o seu.

É por meio do IP, que funciona basicamente como uma identificação do seu computador de origem, que os hackers conseguem invadir computadores e executar os ataques. Por essa razão, o proxy tem como função principal, proteger a navegação da estação (computador de origem) .

O proxy vai “mascarar” o seu número de IP legítimo, para que, quando um cracker quiser invadir seu computador, fique mais complicado. Essa ocultação é que permite os usuários naveguem de forma anônima.
Preparamos um vídeo para você entender na prática como a tecnologia do proxy funciona:

Tipos de proxies

Existem alguns tipos de proxies que vale a pena que você conheça, são os seguintes:

Web proxy

O primeiro tipo de proxy é web proxy. Ele é uma versão que esconde o seu IP real e lhe permite navegar anonimamente. O web proxy é utilizado em redes fechadas como universidades e ambientes de trabalho para burlar uma determinação de bloqueio a alguns sites da internet. Também é utilizado em países que restringem o acesso a determinados sites.

Os conteúdos comumente bloqueados são: sites de relacionamento (Facebook, Instagram e outros), programas de troca de mensagem instantânea (Messenger, whatsapp e Telegram), sem contar os sites de pornografia. Apesar de ser uma ferramenta que auxilia e protege, ele também pode ser utilizado, muitas vezes para algumas ações ruins.

Open proxy

Esse tipo de proxy é o mais utilizado com má intenções. As conexões abertas de open proxy são o tipo mais perigoso e convidativo aos crackers e usuários mal intencionados.

Quando um destes usuários consegue acessar um computador, instala um servidor proxy nele para que possa entrar livremente na máquina e promover diversos tipos de ilegalidade, como scripts que roubam senhas de bancos (trojans bancários), fraudes envolvendo cartões de crédito e uma grande variedade de atos ilegais.

Redes proxy

As redes proxy são baseadas em códigos encriptados, que permitem a comunicação anônima entre os usuários. Exemplo deste tipo de rede são as conexões P2P (peer to peer), em que um usuário se conecta ao outro sem saber sua identidade, e trocam arquivos entre si.

Estas redes se caracterizam por não permitirem o controle dos servidores, onde, os usuários comuns é quem providenciam todo o conteúdo e os arquivos. Certamente, muitos destes computadores são usados por pessoas mal intencionadas. Por isso, deve-se ter em mente que qualquer promessa de privacidade e segurança é mais do que rara.

Cuidado com os proxies gratuitos

Quando você busca por “servidor proxy” na web, encontra uma série de serviços gratuitos. Diante disso você pode acabar se perguntando:

“Por que pagar por um serviço quando há tantos outros gratuitos?”

Bem, como a maioria dos produtos, os proxies geralmente valem o que você paga por eles. Executar um serviço de proxy exige tempo e recursos. Sem receita, muitos desses serviços gratuitos não conseguem pagar pelo hardware, software e pessoal necessário para manter um serviço de qualidade com alto tempo de atividade, velocidade e segurança.

Mesmo os serviços monetizados com anúncios, geralmente, não obtém dinheiro suficiente para fornecerem servidores proxy de alto nível. Além disso, alguns serviços são gratuitos porque querem interceptar seus dados e usá-los para benefício próprio.

Por essa razão, evite serviços de proxy gratuitos sempre que possível. Os serviços pagos têm um certo grau de responsabilidade para com os clientes, e, geralmente, são mais confiáveis. mas é necessário fazer uma pesquisa antes de usar qualquer serviço pago de proxy.

Esta pesquisar é importante para evitar, também, outros riscos, como a falta de criptografia dos dados, um vez que, nem todos os tipos os serviços de proxy criptografam seus dados.

Isso significa que, as informações podem ser interceptadas entre o seu computador e o servidor proxy, como no caso de um ataque sniffer. Diante disso, ao procurar um  serviço de proxy, insista em criptografia total, para que realmente a proteção das informações e dados seja completa.

Segurança da Informação

A Segurança da Informação é uma área de grande importância para qualquer empresa. Nos últimos anos, devido aos avanços tecnológicos, bem como a criação de legislações como a GDPR (Regulamento Geral de Proteção de Dados) na Europa, e a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) no Brasil, tem jogado luz sobre o assunto, levando muitas pessoas a compreenderem a sua importância para os negócios.

Apesar disso, muitas empresas, principalmente as de pequeno e médio porte, permanecem sem ter o conhecimento, ou negligenciando a importância da proteção dos dados e informações.

Por essa razão, nós fizemos essa série de artigos sobre as ferramentas, que são tecnologias projetadas para mitigar os riscos de ataques e, também, proporcionar um ambiente mais seguro para as empresas.

Essa é a razão pela qual tratamos sobre sobre o proxy, que também é uma ferramenta essencial na segurança e otimização dos serviços da sua empresa.

É necessário que você tenha em mente que, mais do que uma postura de otimização e aumento de produtividade, é essencial manter um ambiente sustentável, que garanta a continuidade dos negócios, evitando prejuízos e dores de cabeça. Afinal de contas, reverter as consequências dos ataques é muito mais trabalhoso, e oneroso, do que evitar que eles aconteçam.

O nosso objetivo, ao tratar do proxy, é explicar para você como ele funciona, mas, também, reforçar a necessidade do uso das ferramentas de proteção que cuidam tanto das máquinas, de maneira individual, bem como a segurança da rede, e assim como o firewall.

O firewall é uma solução de segurança que, à partir de regras predefinidas, analisa o tráfego de rede para precisar quais operações de recepção ou transmissão de dados podem ser realizadas.

Seu próprio nome, “parede de fogo”, já mostra que essa proteção trata-se de uma barreira de defesa. Seu objetivo é liberar acessos genuinamente permitidos e bloquear aquele tráfego indesejado.

O firewall é uma das ferramentas que ajuda a criar esse ambiente seguro citado aqui, assim como outros recursos, como: VPN, antivírus, web filter, IDS/IPS. O mais fundamental é ter uma consciência de proteção de dados aliada a uma busca constante na melhoria da sua empresa.

Conclusão

Acredito que depois dessa nossa conversa rápida por aqui, ficou claro para você o que é o proxy, como ele funciona e como ele pode ser uma boa ferramenta para sua empresa.

Assim como todos os outros recursos que apresentamos para você aqui no blog, ele não é algo mágico ou infalível, mas, sem dúvida, será muito útil em auxiliar a sua empresa a cuidar das suas informações.

E esse é o objetivo da Starti. Nosso propósito é ajudar você a conhecer os riscos e ataques que estão sendo executados diariamente, bem como apontar as soluções utilizadas para proteger a sua empresa dos mesmos, possibilitando, assim, que você construa uma jornada mais segura e produtiva para sua empresa.

Confira outros conteúdos que te ajudarão nessa caminhada:

Conheça o detector e o bloqueador de invasões: IDS e IPS!

Pentest: Testando vulnerabilidades e assegurando informações.

VPN: cuidando do acesso remoto!