Quando pensamos em um ambiente empresarial, vários fatores precisam ser levados em consideração para se alcançar produtividade. Fatores como: o desempenho da equipe, compromisso, capacidade e execução das ferramentas que são utilizadas na prestação de serviços.

E uma dessas ferramentas é a internet. No cenário atual que vivemos, a internet é uma peça fundamental para a execução dos serviços, seja qual setor ou área de atuação da empresa.

E, quando falamos da internet, alguns fatores não podem ficar de fora, como a capacidade, desempenho, velocidade da mesma, e o controle de banda.

O controle de banda, que é feito por roteadores, é o processo de monitorar e gerenciar o uso da conexão de Internet na rede.

Ele pode ser utilizado para garantir que a internet seja distribuída de uma forma otimizada, com base nas operações mais importante para sua empresa, como dar prioridade para streaming de áudio, baixar ou enviar arquivos mais extensos, exibição de vídeos, fotos ou programas de edição mais pesados (no caso da equipe de marketing), e retardar a velocidade de arquivos transmitidos por torrent.

Alguns outros fatores também precisam ser considerados, como: largura de banda, controle de acesso, priorização de tráfego, entre outros.

Isso porque eles também têm a finalidade de obter a melhora no serviço prestado, aumentando, assim, a disponibilidade e confiabilidade para as aplicações que os usuários venham a utilizar neste ambiente.

O compartilhamento da união por vários clientes simultâneos é comumente utilizado, tanto nas pequenas quanto nas grandes empresas e seus ambientes.

Pensando nisso, preparamos esse artigo para ajudar você a compreender como funciona o controle de banda, como ele pode ser útil no cenário da sua empresa e como tê-lo agregado numa ferramenta de segurança da informação.

Está pronto para descobrir?

Então vamos lá!

Como Funciona

De uma forma bem simplificada e básica, o controle de banda é a ação de limitar um ou vários usuários a um determinado valor ou porcentagem de link da internet que se tem disponível. Vamos utilizar uma metáfora para que você compreenda melhor.

Imagine uma pista, uma estrada que leva para um determinado destino. Essa estrada tem duas pistas que levam a esse destino final; o fato de ter essas duas pistas permite que o fluxo de carro seja maior, melhorando o desempenho do trânsito.

Agora, imagine que em determinado ponto da estrada exista uma ponte onde as duas pistas desembocam em uma só. O que acontece com o fluxo de veículos agora? Começa a ficar mais lento, provocando até engarrafamento. Todos conseguem chegar ao destino? Sim, mas, de uma maneira bem mais lenta.

O controle de banda é como se uma das pistas fosse retirada. O fluxo de carros diminuiria, causando um estrangulamento nesse fluxo. É como se houvesse um congestionamento na pista. Demoraria mais, mas todo mundo iria passar.

A importância do controle de banda na empresa

Agora que ficou mais claro como o controle de banda funciona, acredito que você conseguiu perceber como ele pode se encaixar no cenário empresarial, sendo uma peça de muita importância para a prestação de serviços.

É importante compreender que, em um certo sentido, no cenário de um controle mais avançado, você pode determinar quais usuários poderão utilizar um caminho específico, que fará que o seus desempenhos e requisições sejam mais rápidos.

O que não significa que os demais usuários não conseguirão “chegar em seu destino”, apenas que chegarão um pouco mais devagar, porque todos utilizarão, fazendo uma distribuição mais justa do link internet, e adequada ao cenário e necessidades da empresa.

O controle de banda permite a melhor distribuição do uso dos links, permitindo um ajustamento para atender às necessidades de cada prestação de serviço.

Através desse controle, é possível monitorar o uso da banda, garantindo uma distribuição justa, bem como a continuidade e disponibilidade dos serviços a serem prestados. Por isso, esse recurso se faz importante no cenário de uma empresa.

AdmFirewall e Controle de Banda

Na introdução deste artigo, nós explicamos a você que o controle de banda é feito por roteadores, e, bem, é verdade. Mas, os roteadores não são os únicos que executam esse controle. Existem, também, softwares que trabalham cuidando desse controle.

Esse é o caso do AdmFirewall. O AdmFirewall é um firewall desenvolvido para cuidar da segurança da rede da sua empresa. E como ele faz isso? Ele limita o acesso às portas e janelas do computador, impedindo a entrada de atacantes.

Através desse monitoramento, somente os usuários autorizados terão a permissão para acessar certas funcionalidades da máquina, ao fazer esse controle ele impede a entrada e saída de informações confidenciais, controlando a transferência de dados do computador através da internet, cuidando da segurança da rede.

Essas funções são algumas ações básicas executadas por um firewall. Mas, o AdmFirewall é um firewall que atua na borda da rede, e possui muitas configurações, e outros recursos, de segurança, que abrangem outras necessidades e vulnerabilidades de uma rede, garantindo, assim, uma proteção ainda maior das informações da sua empresa.

Ferramentas como: Web Filter, VPN, IDS/IPS. Além de ter esses mecanismos, ele também conta com outros recursos, como o balanceamento de links e controle de banda, que é justamente o que estamos tratando aqui.

Esses dois recursos, apesar de não serem ferramentas de segurança, são fundamentais para otimizar o desempenho e disponibilidade dos serviços prestados no ambiente empresarial.

Como sempre estamos falando aqui, o uso de mecanismos que cuidam da proteção dos dados de sua empresa é de uma importância gigantesca. Imagina então ter um software que tenha todos esses recursos juntos? Incrível, não é mesmo?

Você pode conferir mais sobre o AdmFirewall clicando no banner abaixo e solicitando um orçamento:

banner-admfw-orcamento

Conclusão

O controle de banda é uma ferramenta que tem o objetivo de administrar e distribuir melhor um recurso fundamental para qualquer empresa: a internet. Fazer uso de ferramentas como essa é de vital importância, quando se visa a melhoria da gestão dos recursos que são utilizados no cenário empresarial.

Além de pensar em otimizar o uso dos recursos da sua empresa, é fundamental que a segurança da informação, com ferramentas e ações, seja parte do ambiente de sua empresa.

Afinal, os ataques e ameaças à saúde e proteção dos seus dados aumentam a cada ano, bem como legislações que requerem do ambiente empresarial um atento cuidado com tais bens.

E nós, da Starti, seguimos na nossa missão de ajudar as PMEs a trilharem um caminho de conscientização e tomada de ações responsáveis para cuidar das informações e dados.

Pensando nisso, já criamos uma aba, aqui no nosso blog, para você, chama vulnerabilidades, onde apresentamos os riscos e desvendamos os tipos de ataques e estratégias utilizadas por criminosos para roubar as informações da sua empresa.

E agora, estamos finalizando nossa série sobre as ferramentas que ajudam você a cuidar dessas informações, confira algumas:

Conheça o detector e o bloqueador de invasões: IDS e IPS!

VPN: cuidando do acesso remoto!

Web Filter: por que a filtragem de navegação é importante?

BANNER-BLOG-2