Há muito tempo, a internet deixou de ser um artigo de luxo e passou a ser uma necessidade nas empresas. É praticamente impossível pensar que qualquer organização, seja pequena, média ou grande, funcione sem uma conexão de rede.

Ao mesmo tempo é preciso tomar algumas medidas para evitar que os colaboradores utilizem a ferramenta de forma improdutiva, sendo o firewall corporativo uma excelente opção para isso.

Não há como simplesmente desligar a internet. Se fizer isso, certamente a empresa travará. Ao mesmo tempo, não vale a pena gerar, a todo instante, advertências a funcionários que acessam redes sociais ou notícias no momento do trabalho; isso teria impacto direto no clima organizacional e, consequentemente, nos resultados.

Neste artigo, falaremos sobre firewall corporativo e mostraremos alguns de seus benefícios. Quer saber se ele é a solução para os seus problemas? Continue lendo!

Explicando o firewall corporativo

30_Setembro_Imagens_1.-Explicando-o-firewall-corporativo-min
O mundo corporativo está cada vez mais acirrado e competitivo. Dessa forma, as informações e dados se tornaram parte vital para construção de estratégias ou melhoria de desempenho das equipes.

Por isso, se tornou necessário blindar os dados, protegendo-os tanto de acessos indevidos internamente quanto de tentativas de invasão externa. É justamente nessa necessidade que entra o firewall.

O firewall corporativo oferece os recursos que guardam as redes internas das empresas de cibercriminosos e evitam que sejam infectadas por vírus, malwares, etc. Porém, como existem diferentes necessidades nesse sentido para as empresas, também há vários tipos de firewall. Cabe ao gestor escolher a melhor ferramenta para as necessidades e realidade da organização.

Tipos de firewall corporativo

30_Setembro_Imagens_2.-Tipos-de-firewall-corporativo-min
O firewall corporativo pode ser implementado por meio software ou hardware. As versões de software possuem seus próprios sistemas operacionais e têm o objetivo de trabalhar como filtros de pacote ou Proxy.

Já as versões de hardware, trabalham em forma de dispositivos com suas próprias interfaces de rede — roteadores ou Proxy.

Em suma, o firewall por hardware é indicado para corporações que possuem vários computadores na sua rede, pois essas versões já vêm junto aos modens de banda larga e roteadores.

Já os firewalls por software, são indicados para empresas que possuem um número menor de computadores na rede interna. Porém, as versões por software podem servir como complemento para o firewall de hardware, configurando permissões e bloqueios conforme o perfil do usuário.

Agora que já sabemos o que é firewall corporativo e quais os tipos existentes, conheça os cinco principais benefícios de sua adoção!

1. Mantém a rede segura

30_Setembro_Imagens_2.1.-Mant-m-a-rede-segura-min
Com a utilização de um firewall corporativo, a empresa terá muito mais segurança, pois a ferramenta monitora todo o acesso dos usuários. Por meio desse monitoramento, os sites indesejáveis serão evitados ou bloqueados.

Com a permissão de acesso de apenas sites seguros, a rede da companhia ficará livre de ameaças digitais ou qualquer tipo de lentidão do sistema. Dessa forma, todas as máquinas da empresa terão maior segurança.

2. Controla as informações

30_Setembro_post-min
Com maior segurança, consequentemente a empresa terá maior controle das informações que circulam pela rede interna. Se não há possibilidade de acesso para páginas aleatórias que possam conter spam ou outros vírus de internet, não há como as informações serem prejudicadas.

Com o firewall corporativo, não apenas os acessos indevidos internamente são bloqueados, como também toda e qualquer tentativa externa de invasão. Assim, as informações e dados de qualidade são preservados e garantidos para serem utilizados da melhor forma.

3. Aumenta a produtividade dos funcionários

30_Setembro_Imagens_2.3.-Aumenta-a-produtividade-dos-funcion-rios-min
Como dito na introdução, muitas vezes os colaboradores perdem o foco na atividade principal, pois utilizam a internet do empreendimento para acessar sites ou seus perfis das redes sociais. E é impossível que alguém seja produtivo tentando fazer duas coisas ao mesmo tempo.

Muitos colaboradores fazem isso — ainda que tenhamos a consciência de que estão violando alguma regra da empresa — por acharem que são multitarefas. Mas, além do problema da multitarefa, existe outro grande vilão que são as notificações. Elas tiram o foco da atividade que está sendo realizada e acabam prejudicando o resultado.

O firewall corporativo evita que essas coisas aconteçam. O funcionário já chegará à empresa sabendo que não há como se distrair com outros acessos na internet e direcionará sua atenção às tarefas principais, resultando em maior produtividade e eficiência nas atividades em execução.

4. Diminui gastos com manutenção

30_Setembro_Imagens_2.4.-Diminui-gastos-com-manuten--o-min
Se o risco de ameaça é mínimo e todo prejuízo que deriva disso também, então a empresa economizará na questão de gastos com manutenção. Além disso, engana-se quem acredita que ter um computador protegido não reflete na conservação das peças.

Explicando: toda vez que é preciso fazer uma manutenção, do tipo que a máquina travou ou não liga por consequência de algum vírus ou algo semelhante, é preciso abrir o computador para verificar as peças internas. Sempre que essa ação é realizada, as peças originais vão sendo desgastadas, reduzindo o tempo de vida útil do equipamento.

Por isso, o firewall corporativo ajuda na redução de gastos, tanto do software como do hardware. Em tempos de crise financeira, essa economia pode ser muito importante para o fluxo de caixa da companhia.

5. Traz escalabilidade

30_Setembro_Imagens_2.5.-Traz-escalabilidade-min
Entendendo que escalabilidade é quando o negócio da empresa cresce sem precisar necessariamente aumentar na mesma proporção os seus custos, podemos concluir que isso é consequência direta das inovações tecnológicas e do aumento da produtividade por parte dos funcionários, agora sem distração.

Além disso, quanto mais pessoas tiverem acesso ao serviço ou produto (principalmente se ele for digital), mais segurança é preciso. Afinal, quem confiará os seus dados a uma companhia que pode colocar em risco informações importantes, muitas vezes estratégicas, sejam elas pessoais ou da empresa?

Fica claro que a implementação de um firewall corporativo pode trazer benefícios relevantes para a organização. Porém, antes de colocar a ferramenta em prática, deixe claro para os colaboradores que a intenção não é vigiar e nem controlar ninguém. A empresa visa apenas à proteção do seu sistema e maior produtividade.

Liste os benefícios do programa e determine momentos em que o acesso esteja liberado, pois ninguém é de ferro.

Gostou do artigo? Quer saber mais ou quer instalar um firewall corporativo no seu empreendimento? Entre em contato conosco, e vamos ajudá-lo!

Leia também:
O Guia Definitivo sobre Firewall
O que são crimes virtuais? Tire aqui suas dúvidas
Por que minha internet está lenta? Veja 6 motivos!

cabecalho_e-mail--2--1