A área de TI é uma das mais valorizadas do mercado e uma das que mais crescem e contratam profissionais no mundo todo.

Porém, ao conversar com um profissional da área, você pode chegar a conclusão de que ela não está tão em evidência assim e, inclusive, muitos acreditam que não são valorizados como deveriam.

Então, o que está acontecendo para que o depoimento dos profissionais estejam indo contra as estatísticas do mercado?

Possivelmente, esses dados estão levando em consideração apenas os funcionários de grandes companhias e esquecendo as pequenas e médias empresas.

Independentemente do porte da organização, esse profissional é muito importante e tem atuação essencial para o desenvolvimento técnico de diversas atividades e para a segurança de dados da instituição.

A sua empresa conta com profissionais de TI? Acompanhe o artigo de hoje, onde falarei sobre a importância desse perfil para as companhias.

Toda empresa precisa de profissionais de TI?

A resposta para essa pergunta é: depende.

Diversos fatores precisam ser avaliados antes de afirmar que a sua empresa precisa de um profissional de TI. Por exemplo, por quantos funcionários a companhia é formada, em que área de atuação estão inseridos, quais os tipos de materiais utilizam para a execução das tarefas. Se o seu negócio tem pouquíssimos computadores, algo como dois ou três, talvez não seja necessário contratar um profissional de TI. Você pode terceirizar esse serviço.

Para entender a importância do profissional para a sua instituição você também deve avaliar a necessidade desse especialista para o setor em que a sua empresa atua. Se está na dúvida entre contratar e terceirizar tente calcular quantas vezes a companhia precisou de um profissional de TI e quanto seria investido sempre que precisassem solicitar um atendimento externo.

A área de TI é dividida em três setores, que são: infraestrutura, software e banco de dados. Se a sua empresa se enquadrasse em uma das duas últimas áreas de atuação, provavelmente você já teria um time de TI e saberia o quão importante eles são.

Na primeira área, voltada para o suporte técnico, administração de bancos de dados e especialistas em servidores, estão os técnicos que a sua empresa poderia terceirizar.

Decidir se é importante ou não ter um especialista em TI na empresa cabe unicamente a você e sua equipe de gestão. Mas também é importante considerar os riscos que a instituição corre sem investir o necessário em segurança da informação.

Antes de contratar, conheça as 5 competências que todo profissional de TI deve ter

Profissionais de TI e a Segurança da Informação

Segurança de dados e informação é um assunto importante e precisa ser tratado com seriedade. Cada vez mais vemos notícias sobre grandes empresas que tiveram suas informações violadas e os dados corrompidos. Se com as grandes companhias que investem alto em segurança acontece isso, imagine com uma pequena empresa que acha que a segurança é só mais um custo para o orçamento?

Não importa o tamanho da instituição, se os dados sigilosos não estiverem bem protegidos eles podem sim, cair em mãos erradas.

Por isso, a atuação de profissionais qualificados é tão fundamental. Eles serão responsáveis por dar atenção necessária à essa área.

Contratei um firewall, não preciso de um profissional de TI

Algumas empresas, preocupadas com a segurança de seus dados e suas informações contratam o serviço de softwares de segurança, como o firewall. Ao fazer isso, alguns gestores acreditam que a empresa contratada dará todo o suporte, por isso, não será necessária a colaboração de profissionais de TI internos.

Claro que, a empresa de firewall contratada deve, e provavelmente, oferecerá todo o suporte necessário, mas durante a implantação e após, para a manutenção do serviço, é necesssário o auxílio de um especialista interno.

Ou seja, trocar o profissional de TI pelo firewall não resolverá os problemas de segurança e muito menos financeiros da empresa, muito pelo contrário, pode ser que economize inicialmente, mas lá no futuro essa troca acabará saindo cara.

O firewall e o profissional de TI precisam trabalhar em conjunto, pois ele será um dos responsáveis pela eficácia do sistema, garantindo que todas as regras e implementações ofereçam a segurança que a empresa precisa.

Além disso, cabe ao profissional verificar os relatórios apresentados pelo firewall e aplicar modificações em suas regras sempre que necessário.

Essas, são apenas algumas das atividades que só podem ser realizadas por um profissional capacitado.

Não é regra que as empresas devem investir na contratação de profissionais de TI, mas é importante avaliar a peculiaridade de cada negócio e pesar quais investimentos são mais necessários, principalmente quando o assunto é segurança da informação.

E a sua empresa, já conta com um profissional ou setor de TI? Como anda a proteção de seus dados e informações confidenciais? Gostaria de acrescentar algo ao artigo? Deixe seu comentário!