/ Firewall

Rede corporativa: computadores mais seguros em 5 passos

A rede corporativa tem sido uma preocupação constante na vida de gestores e CEOs. Isso porque, assim como a tecnologia avança na mobilidade dos dispositivos e soluções online, os crimes virtuais também têm aumentado nos últimos anos.

E boa parte dessas ações tem o foco na espionagem da rede corporativa e coleta de informações confidenciais, desde dados financeiros até estratégias de mercado que serão usadas pelas empresas.

A maioria deve imaginar que essas coisas acontecem apenas com grandes corporações, que movimentam muito dinheiro, não é? Pois saiba que pelo menos 1/3 dos ataques de hackers e vírus são voltados para as chamadas pequenas e médias empresas (PMEs), que tenham até 250 funcionários.

Você é um gestor ou o dono de uma PME? O que você poderia fazer para proteger melhor a sua rede corporativa e o seu negócio desse perigo? Veja a seguir.

1) Controle os acessos com uma política de senhas

Um sistema que exige nome de usuário e senhas é uma das melhores opções para proteger os computadores de uma rede corporativa e, principalmente, o acervo de documentos eletrônicos e seus bancos de dados.

Assim, o uso de seus softwares e de suas soluções de TI só serão permitidas aos funcionários que comprovem sua identificação de forma eletrônica por meio de chaves de acesso.

Porém, é essencial ficar atento para elaborar senhas seguras, que tenham mais de oito caracteres e sejam razoavelmente complexas, com letras, números e símbolos, de preferência.

Senhas muito simples ou com sequências óbvias são um perigo para as redes corporativas. Afinal, os criminosos virtuais costumam descobrir senhas que com pouca segurança.

Conheça algumas dicas para criar senhas seguras e modifique todas da sua rede corporativa agora mesmo!

2) Rede corporativa com proteção de Firewall

Este dispositivo é acoplado a uma rede de computadores para restringir ou liberar o tráfego de determinados dados.

Dessa maneira, esse controle selecionado do fluxo de entrada e de saída das informações dos computadores possibilita o bloqueio de alguns websites inseguros ou não autorizados.

O nível de segurança fica muito maior, de forma que seus funcionários não serão capazes de entrar em ambientes virtuais estranhos.

Você gostaria de saber quais são as espécies de Firewall existentes no mercado e as diferenças entre eles? Saiba mais sobre o assunto neste link

3) Faça backups dos dados e dos sistemas

O armazenamento eletrônico de cópias dos documentos e dados fundamentais da organização é um excelente recurso para evitar a queda de performance e a lesão de informações decisivas para o trabalho.

Os dados podem ser perdidos por causa de vírus na rede corporativa, ataques de hackers e outras atuações cibernéticas, mas também podem ter origem em avarias físicas de hardware e erros humanos de sua equipe. Ou seja, o backup significa uma arma importante em qualquer situação.

4) Instale um antivírus corporativo

A melhor forma de se defender dos softwares maliciosos que infectam seu sistema é utilizando um antivírus de alta qualidade e específico para rede corporativa. Quando um computador da empresa é infectado, pode passar os vírus em cadeia para os outros dispositivos com os quais está conectado e provocar muitos problemas em sequência.

5) Utilize mecanismos de AntiSpam

Muitas atividades maliciosas podem vir de spams na caixa de correios eletrônicos. Crie uma política de aproveitamento de e-mails corporativos e eduque seus funcionários para que não cliquem nos links de e-mails desconhecidos. Use também um programa AntiSpam.

Você gostaria de descobrir como e quando seus colaboradores estão acessando a Internet em sua PME? O AdmFirewall pode te ajudar com essa tarefa, além de proteger sua rede corporativa de ataques.

Os ataques de hackers, vírus e invasões cibernéticas não só criam situações complicadas de roubos de dados ou das estratégias da empresa, mas também prejudicam o desempenho da equipe, já que podem danificar alguns arquivos eletrônicos e deixar computadores mais lentos.

É melhor prevenir do que remediar. O que você tem feito para incorporar a segurança virtual de seu pequeno ou médio negócio? Conte para a gente nos comentários!