/ gestão de TI

Serviços de TI: as principais novidades para PMEs

Se há alguns anos a lacuna existente entre as Pequenas e Médias Empresas (PMEs) e os grandes players do mercado parecia um cânion intransponível, nos dias de hoje a diferença entre as organizações desses portes vem se reduzindo progressivamente.

Uma das razões para essa aproximação é a evolução no mercado da tecnologia da informação: com pouco investimento, muitas PMEs já podem implementar serviços de TI que promovem tanto aumento na produtividade quanto redução das despesas, e de quebra favorecem a competitividade.

E, em tempos de incertezas sobre o cenário econômico como esse em que vivemos, esses serviços de TI, capazes de proporcionar vantagens para um negócio, não podem ser deixados de lado.

O que são serviços de TI?

Existem diversos serviços de TI, cada um para uma determinada área ou especialidade das empresas. Geralmente, eles são desenvolvidos por companhias especializadas em softwares. Mas nem todos os serviços podem ser caracterizados como softwares. Eles podem ser produtos que uma área ou empresa de TI disponibiliza a seus usuários ou uma tendência que se desenvolveu a partir da utilização de dispositivos ou softwares de tecnologia. Neste artigo você vai conhecer esses dois tipos de serviços de TI.

Sistemas web

As PMEs já estão se acostumando a adotar serviços de TI mais ágeis e simples para seus problemas do dia a dia. Não por acaso, um estudo divulgado pela International Data Corporation (IDC) revela que as empresas gastarão mais de 100 bilhões de dólares em serviços na nuvem, somente em 2015.

Os softwares web, que rodam em navegadores e cujas informações são totalmente armazenadas na nuvem, por exemplo, vêm ganhando cada vez mais espaço entre os negócios de pequeno e médio porte, especialmente por não exigirem instalação, manutenção e renovação de licenças.

Alguns exemplos de sistemas web usados nas PMEs são ERPs, CRMs, atendimento ao cliente, telecomunicações, softwares para gestão de finanças, business intelligence, e muitos outros. Entre as principais vantagens desse serviço de TI estão os custos reduzidos para a utilização de um sistema sob demanda e a capacidade do fornecedor atualizar a ferramenta periodicamente sem gerar custos adicionais para os clientes.

Armazenamento na nuvem

Se o uso de aplicações na web está na moda, o uso de servidores e backup para armazenar dados também não fica para trás. Com essas ferramentas, as empresas reduzem o espaço exigido pela infraestrutura de TI, além de garantir maior segurança para as informações.

Mesmo que muitas organizações ainda prefiram manter cópias físicas dos arquivos, esse serviço de TI que armazena dados na nuvem vem crescendo não somente para esse fim, mas também para possibilitar um compartilhamento mais ágil de informações entre funcionários, setores e parceiros que não se encontram no mesmo local.

Trabalho móvel

À medida que trabalhadores mais jovens se juntam à força de trabalho nas PMEs, os empreendedores também precisam garantir que as aplicações de negócio possam ser utilizadas via smartphone e tablets. Atualmente, 80% de todos os adultos que utilizam a web já possuem um smartphone, um número que comprova a inutilidade de resistir à tendência.

Com dispositivos móveis apoiando o trabalho, os funcionários podem aumentar sua produtividade quando estão fora do escritório ou em trânsito, tornando a cultura da empresa mais dinâmica e alinhada ao mercado.

BYOD

Na esteira do mobile, vem o Bring-Your-Own-Device (BYOD), esse tipo de serviço de TI é uma tendência em que cada funcionário leva seu próprio notebook (ou um dispositivo móvel qualquer) para o escritório, conectando-se à rede corporativa por meio da internet.

Apesar de também gerar algumas preocupações relativas à** segurança da informação** e à segregação de dados, o BYOD também não pode passar despercebido para os empreendedores que estão de olho no futuro: segundo o Gartner, até 2017, metade das empresas não irá mais prover dispositivos nas estações de trabalhos dos funcionários, exigindo que eles utilizem os seus.

Automação em marketing

Geralmente trabalhando com equipes enxutas, as PMEs também precisam ficar atentas aos serviços de TI que permitem o aumento na produtividade sem causar acréscimos proporcionais na equipe.

A automação de marketing, por exemplo, é um serviço de TI que ajuda as empresas a nutrir leads, gerenciar clientes, prover informações para atendimento ao consumidor, automatizar o disparo de e-mails e publicações em redes sociais e muito mais. Um estudo realizado pela Gleanster Research mostra que** 79% das empresas com melhor desempenho no mercado já vem usando a automação de marketing há mais de dois anos**.

Com isso, o empreendedor pode aprimorar o desempenho dos processos de marketing e vendas, sem investir na criação de equipes grandes para isso.

E você?! Conhece outros serviços de TI que podem revolucionar a forma como as PMEs fazem negócios? Deixe sua dica nos comentários!