Tudo sobre Segurança da Informação e Proteção Digital

A comunicação empresarial é um dos ativos mais importantes dentro de uma empresa, pois gera, registra e armazena todas as interações com clientes, fornecedores e demais públicos.

Cuidar dessas informações é a melhor maneira de proteger tanto a sua empresa quanto as pessoas envolvidas, e para isso, nada melhor do que contar com ferramentas e soluções de TI para otimizar essa comunicação e ao mesmo tempo, gerar segurança.

Quer saber como? Neste artigo você vai descobrir o valor da sua informação e o passo a passo para manter a comunicação longe de invasões e possíveis ataques.

Toda empresa deve ter protocolos de segurança

Para manter a segurança da informação na sua empresa é preciso estabelecer as regras de geração, registro, armazenagem e recuperação das informações bem como um procedimento de atuação caso haja algum vazamento de informações confidenciais.

A garantia da segurança na comunicação empresarial pode ser mantida com ferramentas como firewall na rede, criptografia de dados, antivírus atualizado e sistema operacional em dia.

A falha de algum destes itens pode levar à quebra do protocolo de segurança e afetar diretamente a imagem da empresa no que tange à sua responsabilidade para com as informações sigilosas de seus clientes e afins.

Equipamentos não devem sair da empresa

A mobilidade é grande aliada no trabalho, mas pode gerar riscos às informações da empresa.

Quando um funcionário leva um notebook corporativo para casa, está carregando dados e relatórios que podem ser utilizados por outras pessoas para levar vantagem competitiva sobre a empresa ou ainda furtar alguma tecnologia que esteja sendo desenvolvida. Portanto, evite que seus funcionários levem equipamentos corporativos para casa.

O horário de trabalho já é estabelecido para que as pessoas desenvolvam suas atividades laborais e dirijam-se à suas casa sem preocupações.

Senhas são pessoais, intransferíveis e não devem ser emprestadas

Manter um registro do log de acesso das pessoas aos computadores da rede permite que a empresa gere relatórios de usuários e saiba o que cada um acessou na empresa, mantendo a segurança da comunicação empresarial.

Neste sentido, é necessário manter os funcionários atualizados sobre as políticas de segurança vigentes, exigindo que senhas não sejam repassadas a colegas de trabalho, pois existe o risco de uma pessoa receber uma advertência indevidamente pela sua falta de cuidado.

Estabelecer níveis de acesso garante qualidade no trabalho e segurança da comunicação empresarial

Nem todos os arquivos da rede devem estar disponíveis a todos, portanto, faça grupos de acesso, onde as pessoas consigam consultar apenas aquilo que lhes compete no exercício de suas atividades.

Documentos de níveis gerenciais, inteligência organizacional, novos projetos e dados sigilosos devem ser sempre resguardados com senhas e estar disponíveis apenas para os níveis mais altos da organização.

Para que a segurança funcione, colaboração é essencial

A comunicação empresarial só estará realmente segura quando todos os funcionários compreenderem a real importância dos dados e informações organizacionais e os impactos que um vazamento pode gerar.

Sendo assim, mantenha todos muito bem alinhados com o protocolo de segurança e treine-os para que possam disseminar uma cultura de valorização da segurança da comunicação da empresa.

Tão importante quanto qualquer outro processo dentro de uma empresa, a segurança deve ser levada a sério, e para isso deve-se fazer os investimentos necessários em soluções em TI para que ela seja cada vez mais robusta e combata de todas as formas os vazamentos, as invasões e as coletas de dados indevidas.

Separamos mais algumas dicas determinantes para uma comunicação segura. Acompanhe:

Como manter o gerenciamento e controle de internet em sua empresa

Todas as ferramentas que concedem grande poder às pessoas também acabam aumentando o nível de responsabilidade sobre sua utilização. Na internet é assim: com ela, temos acesso praticamente infinito a informações em tempo real e a poucos cliques de distância. Se por um lado essas vantagens são a fonte de incríveis vantagens competitivas, por outro, podem reduzir a produtividade dos funcionários e gestores ou – o que é ainda pior – colocar em risco a segurança da empresa.

Filtre o conteúdo

Uma das melhores formas de controle de internet e impedir que os funcionários acessem sites indesejados, é com ferramentas que possibilitam o filtro de conteúdo. Nelas, é possível listar os websites que não podem ser acessados, evitando que os funcionários percam horas preciosas da jornada de trabalho visualizando informações desnecessárias ou tentando fazer downloads de arquivos que não dizem respeito ao negócio.

Controlando a banda

O controle de banda é uma alternativa um pouco mais sofisticada, porém extremamente útil. Com ele, a empresa pode gerenciar e monitorar o uso da conexão da internet, dedicando a maior parte da banda aos conteúdos prioritários para o negócio e deixando o restante para atividades menos importantes. Esse controle, que pode ser feito tanto com hardware quanto com software, possibilita a priorização de banda por usuários, IPs ou grupos de computadores.

Definindo horários

Outra forma de controle de internet é estabelecer alguns horários em que a conexão é livre. Imagine que seus funcionários possam acessar a web livremente das 7h às 9h da manhã e no horário de almoço, por exemplo.

Ao fazer isso, os colaboradores podem aproveitar esse tempo limitado para acessar informações que precisam para solucionar problemas pessoais, como bancos, e-mails e outros sites, voltando suas atenções às atividades profissionais logo em seguida.

Reforçando a segurança

Ainda que a sua empresa possua um monitoramento rigoroso de acesso à web pelos funcionários, ela não está totalmente protegida contra eventuais problemas de segurança. Por isso, outra abordagem interessante para o controle de internet é a instalação de softwares anti-spam e antivírus, tanto nas máquinas quanto nos servidores, impedindo que os sistemas de TI sejam afetados pelo carregamento de arquivos maliciosos, mesmo que sem intenção dos usuários.

Caprichando nos relatórios

Todas essas medidas de controle de internet que abordamos até aqui servem para que a empresa aumente a barreira de acesso e não prejudique a produtividade dos colaboradores.

Mas, além dessas iniciativas, a equipe de TI também pode procurar entender melhor como as pessoas estão tentando acessar a web diariamente para tomar decisões mais alinhadas à cultura organizacional da empresa.

Ao avaliar relatórios de acesso a websites, registros de bloqueios, tentativas de acesso indevido, uso da banda e outras informações como essas, sua empresa pode entender o comportamento dos funcionários e desenvolver campanhas educativas para conscientizá-los sobre o uso desse recurso.

E na sua empresa, como é feita a segurança da comunicação? Você utiliza alguma tecnologia para proteger sua rede? Compartilhe suas experiências conosco!

adm-firewall-banner-2-6