/ gestão de pessoas

6 dicas para evitar gargalos de produção em sua empresa

Em qualquer empresa, gargalos de produção causam grandes perdas financeiras e podem atrasar algumas entregas. Se você se preocupa em melhorar os resultados do seu negócio, é bom dedicar um pouco de atenção ao assunto.

Sobre ele compilamos algumas informações que vão te ajudar a garantir mais fluidez nos processos de produção e evitar desperdícios. Quer saber mais? Confira o nosso artigo de hoje!

1) Identificando os gargalos de produção

gargalo de produção

A primeira a coisa a se fazer é encontrar os gargalos. Não será muito difícil achar aqueles mais óbvios, mas podem existir alguns outros que passam despercebidos para a maioria das pessoas. Para conseguir identificar todos os gargalos, o mais importante é conferir o processo do início ao fim, fazendo uma varredura em cada parte.

Durante esse mapeamento, tome o cuidado de fazer anotações sobre os detalhes de cada fase do processo. Registre as quantidades, as velocidades e a capacidade de processamento em cada fase.

Com essas informações em mãos ficará muito mais fácil de encontrar onde a fila agarra e qual é o tipo de problema a ser enfrentado. Uma vez que forem encontrados todos os gargalos e suas fragilidades, é hora de passar para a próxima fase: a de resolvê-los e também evitá-los.

2) Pense em adotar processos alternativos

gargalo de produção

Sabemos que, nem sempre, a ordem dos fatores altera os produtos — no entanto, existem casos em que isso não é bem verdade. Não há, por exemplo, como calçar um sapato e depois colocar as meias. Mesmo assim, existem alguns casos em que algumas tarefas podem ser trocadas de ordem sem prejuízo ao produto final.

Normalmente, nosso raciocínio trabalha de maneira linear e até um certo ponto isso ajuda bastante na montagem de processos de produção. Porém, é preciso ficar atento para outras possibilidades.

Veja se no seu fluxo de produção as atividades que estiverem em gargalo podem ser trocadas de ordem, se elas podem ser realizadas de maneira fracionada ou em paralelo umas com as outras. Se for o caso, você ainda pode considerar a possibilidade de trabalhar com duas linhas de produção simultâneas.

3) Promova uma pré-montagem

gargalo de produção

Para reduzir custos e garantir mais agilidade em processos de produção, é uma boa ideia estudar a possibilidade de separar do processo principal uma ou mais fases que podem ser realizadas antes. Normalmente, na indústria, esse processo é chamado de pré-montagem.

Independentemente de a sua linha de produção ser fabril ou de serviços, ainda assim deve ser investigada esta opção. Tomando um pouco emprestado a metodologia da gestão de processos, avalie quais tarefas podem ser feitas antes ou depois de quais outros processos.

Investigue qual etapa precisa terminar para que outra comece, quais podem começar de maneira concomitante e por aí vai. Entendendo e usando esses conceitos de término-início (TI), início-início (II), início-término (IT) e término-término (TT), será possível avaliar se há como adiantar alguma tarefa antes do processo principal.

4) Monitore constantemente os resultados

gargalo de produção

Fluxos de produção bem estruturados tendem a oferecer resultados bem padronizados e com um ritmo constante. Por isso, ter indicadores de produção bem controlados é muito importante. Eles traduzirão todos os processos em números que podem indicar se alguma coisa não vai muito bem.

Além disso, índices que começarem a ter seus ritmos alterados podem indicar os primeiros sintomas de algum tipo de problema futuro. Identifique e/ou crie os indicadores de monitoramento que te auxiliarão a controlar o fluxo da produção e fique de olho neles.

Para não ficar muito perdido tentando acompanhar um monte de números de uma só vez, veja se há como combiná-los de uma maneira mais sintética.

5) Invista em seu pessoal

gargalo de produção

Assim como suas ferramentas, seu time também precisa estar muito bem lubrificado para que a produção não emperre em nenhuma fase. Por mais automatizada que a sua empresa possa ser, ainda assim ela precisará de pessoas para controlar processos, realizar alguns procedimentos, dar sequência e vigiar algumas etapas estratégicas.

Por isso, mantenha seus funcionários bem treinados e instruídos. Além de conseguir que eles ofereçam um olhar mais crítico sobre as regras da produção, isso fará com que eles tenham condições de ajudar com novas ideias e métodos.

Vale, ainda, mencionar a possibilidade de evitar problemas decorrentes do mau uso de equipamentos e da má realização de rotinas. Algumas máquinas e sistemas podem requerer um nível de esclarecimento e formação mais elevada de seus operadores.

6) Use a tecnologia ao seu favor

gargalo de produção

Depois de explicar sobre a importância de manter seu pessoal bem treinado, é hora de falar dos seus equipamentos e sistemas. Sabemos que todo funcionário responsável está preocupado com a redução de custos — e isso é realmente importante —, mas tome cuidado com os cortes que você pretende fazer.

Existem, atualmente, ferramentas que oferecem uma excelente relação de custo-benefício e você precisa considerá-las em sua produção. Mantenha a cabeça aberta para o que o mercado tem oferecido. Um bom exemplo é a utilização de serviços de telefonia IP.

Conhecido por algumas empresas, essa solução consegue ser mais econômica que as modalidades de telefonia convencionais — além de ser bem mais ágil e de ter mais flexibilidade. Assim como ela, a Telefonia Voip, os softwares de gestão de contatos e a comunicação unificada são opções de melhoria e barateamento de processos que você pode avaliar.

Não é porque as soluções que você utilizou até agora funcionaram que não existam opções mais vantajosas por aí, concorda?

Ficar atento e tratar os gargalos de produção não é uma tarefa fácil, mas, com certeza, é uma responsabilidade que, quando bem gerenciada, pode oferecer grandes possibilidades de ganho para a sua empresa — e também para a sua carreira. Para isso, basta ficar atento ao fluxo do trabalho e seguir essas dicas que demos.

Se você já tem por hábito adotar essas boas práticas, sabe de mais dicas interessantes, possui alguma vivência que queira dividir conosco ou deseja fazer comentários sobre gargalos de produção, fique à vontade e deixe seu depoimento abaixo!

Queremos saber como você anda cuidando dos gargalos de produção dentro da sua empresa!

Comente!