A transformação digital é o processo no qual as empresas utilizam a tecnologia para melhorar seu desempenho e desenvolvimento, aumentando assim o seu alcance. Essa transformação visa uma mudança nas estruturas das organizações dando um papel fundamental à tecnologia.

Vivemos na era da das transformações digitais. Os avanços tecnológicos são enormes e abrangem todos os segmentos e públicos. O mundo já não é hoje o que era há dez anos atrás, talvez isso soe meio óbvio para você, mas é bem interessante pensarmos nesses avanços, pois eles trouxeram muitas implicações para as pequenas e médias empresas.

Antes de conversarmos um pouco sobre os avanços tecnológicos e digitais é interessante pontuarmos a relevância das PMEs no mercado brasileiro.

O Brasil é um país de empreendedores, seja pela falta de oportunidades no mercado de trabalho, seja pela criatividade aguçada do brasileiro. E em meio a esse cenário, unido a essa criatividade que as PMEs têm um espaço bem relevante.

As PMEs brasileiras são responsáveis por 98% de todos os negócios no país, o que demonstra a força econômica das mesmas. No cenário de crise na economia que o Brasil vem enfrentando, o setor das pequenas e médias empresas é responsável por 54% dos empregos gerados, exemplificando a enorme contribuição das mesmas na melhoria econômica.

Avanços Digitais: Grandes Transformações

Muita coisa mudou com o passar dos anos, se você observar o mundo que te cerca, perceberá que essas mudanças em sua maioria estão ligadas com a tecnologia, mais precisamente com o mundo digital, a começar com o próprio conceito digital.

Até a década de 80 as pessoas nem imaginavam o que era isso e as mudanças estruturais que esse conceito traria.

Nessa época esse conceito começou a ser desenvolvido, bem anteriormente a própria internet, que englobou, basicamente, a migração de tecnologias analógicas para digitais.

Essa mudança significativa marcou o início da Era da Informação, ou também conhecida com a Terceira Revolução Industrial, pelo o grande impacto no setor produtivo. E o verdadeiro impacto desta revolução pode ser medido através da internet.

A invenção do transistor, na década de 1940, cientistas se debruçaram em maneiras de produzir computadores avançados e digitais. Enquanto pesquisavam, eles eventualmente, esbarraram em uma tecnologia conhecida como - Internet, ou a Word Wide Web, como era chamada até aquele momento.

Ao longo da década de 1980, o que aconteceu foi a popularização dessa invenção, possibilitada pela tecnologia transistor. O computador, por sua vez,  se tornou uma parte da rotina de boa parte das pessoas, pelo menos em países desenvolvidos como os Estados Unidos.  

As máquinas começaram a invadir os escritórios e a mudar a forma como as pessoas viam seus próprios trabalhos. Aqui aconteceu outro grande passo da revolução digital: a invenção dos telefones celulares.

Estes, que eram muito diferentes dos modernos smartphones, passaram a ser um símbolo de status para profissionais liberais. Apenas na década de 1990, porém, a internet sai de ambientes como os militares e passa a integrar o universo corporativo.

Vamos ver uma linha do tempo que ilustra de maneira básica alguns avanços digitais:

Essa linha do tempo apresenta os avanços digitais referente às redes e plataformas de comunicação. Mas quando falamos sobre os avanços e as PMEs, estamos tratando não só dessas plataformas e meios, mas também  de formas amplas que essas novas tecnologias apresentam para as mesmas.

Tecnologias como: Inteligência Artificial, que engloba robôs para automatizar processos, a Internet das Coisas que é a conectividade de objetos físicos à internet  com objetivo de melhorar as ações, e Sistemas Ciber-físicos, que são a fusão do mundo físico ao digital, todo o objeto físico e os processos físicos que ocorrem, em função desse objeto, são digitalizados.

Em nosso artigo  O que é a Indústria 4.0? Tudo o que você precisa saber! você pode conferir mais sobre esses avanços e tecnologias.

A evolução é o caminho

É importante que você saiba que esses avanços são uma parte da realidade da era na qual estamos incorporados, portanto adequar-se e utilizar dessas tecnologias é acompanhar o percurso e garantir o espaço para sua empresa no futuro.

Começar uma transformação digital em uma pequena ou média empresa é principalmente mudar a maneira de fazer negócio, pois ela não abrange somente tecnologias, mas também os funcionários e os clientes.

Muitas iniciativas de transformação digital em PMEs acabam falhando, em virtude de erros decorrentes, por exemplo, da falta de uma definição clara da estratégia digital, colaboração insuficiente entre as partes interessadas e recursos limitados de pessoal qualificado.

Por isso, queremos mostrar a você alguns passos iniciais que poderão ser úteis nessa jornada de transformação:

1. Estabeleça expectativas iniciais claras

Liderar uma grande transformação tecnológica significa cultivar entusiasmo e otimismo entre sua equipe, por isso, esperar que dê tudo certo não é suficiente.

Estabeleça metas claras e expectativas realistas.  Converse sobre os piores cenários, obstáculos prováveis ​​e improváveis ​​e riscos potenciais, a fim de desenvolver um plano que possa contemplar qualquer interrupção e ajudar a prevenir um desastre.

2. Execute um piloto

Crie um programa piloto no estágio preliminar para resolver qualquer possível problema inicial. Quaisquer dificuldades encontradas serão melhor gerenciadas ​​no início do que quando encontradas em um estágio posterior.

Ao garantir que todos os membros de sua equipe saibam o que está acontecendo e trabalhem lado a lado durante o piloto, você pode gerar um plano mais eficiente e abrangente, que fornecerá uma oferta melhor e maiores chances de sucesso.

3. Permaneça ágil

Planeje uma entrega modular e em etapas que acomode o trabalho não planejado. Habilite a flexibilidade em sua agenda para permitir alterações nas prioridades, se necessário, sem precisar reiniciar o processo.

4. Treine para resolver qualquer imprevisto

Treine, desde o início, sua equipe para que esteja ambientada às tecnologias implementadas na transformação digital de sua empresa e planeje mais treinamentos à medida que novas inovações forem introduzidas.

Quando possível, o treinamento em novos sistemas deve começar bem antes de entrar em operação, isso é essencial para garantir que os funcionários sintam-se confortáveis ​​com a tecnologia, tornando a mudança final definitiva o mais simples possível.

Realize treinamentos periódicos após o lançamento para garantir que todos estejam utilizando o sistema da maneira pretendida, à medida que novos processos ou políticas sejam adicionados e à medida que novos funcionários ou contratados ingressem na organização.

Esse passos iniciais são um caminho básico para essa transformação. E dentro desse caminho é interessante pontuarmos três inovações básicas que já são uma realidade em muitas PMEs:

  • Utilização das Plataformas digitais

Uma prática muito comum, que vem sendo utilizada há algum tempo por várias empresas, é a utilização das plataformas digitais, as mídias sociais como uma ferramenta de vendas, comunicação e marketing para o alcance e relacionamento com o cliente.

  • Compreensão da Jornada do cliente

A maneira como o cliente compra e adere a um serviço mudou já faz um tempo, e as empresas que notaram isso estão saindo na frente, claro, à medida que entendem e conhecem a jornada do cliente.

Jornada do cliente é um conceito que se refere ao caminho que ele percorre desde o primeiro contato com uma empresa até a concretização da compra ou fechamento do negócio.

Conhecer e utilizar ferramentas corretas em cada etapa dessa jornada é uma prática de transformação e otimização dos negócios nas PMEs.

Citamos aqui apenas duas inovações nessa jornada de transformação, que inclui não só as tecnologias e ferramentas, mas também, fundamentalmente o marketing e relacionamento com o cliente.

  • Ter um site otimizado atraente

Um site bem organizado, funcional e intuitivo é fundamental para atrair mais clientes e já tem sido muito utilizado pelas empresas.

Você pode gerar uma experiência de usuário incrível com ele e deixar uma primeira impressão capaz de fidelizá-los.

Há muitas plataformas de construção de sites gratuitas que permitem a qualquer um, indivíduos e empresas, montarem seus próprios sites de forma rápida e fácil. Alguns exemplos são: Wordpress, Wix, Webnode e Site Grátis.

Essas plataformas oferecem uma grande variedade de modelos predefinidos de layouts (templates) para você escolher o que se encaixa melhor com o seu negócio.

Além disso, entregam ferramentas e recursos de edição que ajudam na hora da personalização. Ambos também oferecem serviços de hospedagem, domínio, análise de dados e suporte online 24 horas.

Na hora de montar o site, pesquise seus concorrentes, principalmente os líderes do seu segmento, para descobrir as melhores práticas do mercado e utilizá-las, de forma personalizada, no seu site. Isso inclui: posicionamentos de imagens, cores, textos, botões, inclusão de funcionalidades, etc.

Conference-blog-01-2

A importância da Segurança Cibernética na Transformação Digital

Quando falamos de transformação digital, é necessário pontuarmos não só benefícios, mas também os riscos. Uma adesão a essas tecnologias e ferramentas é também uma exposição aos ataques, mais conhecidos como ataques cibernéticos.

Pois a utilização da internet como um meio de trabalho, que já é uma realidade em quase todas as empresas, expõem as informações e dados de clientes e parceiros, que são de grande valor para a empresa, tanto valor financeiro bem como a confiança e reputação da mesma.

Os ataques cibernéticos são ações que criminosos realizam para roubar esses dados e informações.

Confira nosso artigo: Ataque Cibernético: o que é isso? e saiba mais sobre esses ataques.

Se o caminho da transformação trás riscos para os dados e informações das PMEs, por quê então iniciá-lo? Primeiramente porque, como vimos, é um caminho inevitável que faz parte de uma jornada para o futuro.

Segundo porque da mesma forma que existem ataques que colocam as informações e os dados em risco, existem os meios para deixá-los seguros. E é nesse ponto que entra a Segurança Cibernética.

A Segurança Cibernética é um conjunto de ações sobre pessoas, tecnologias e processos contra os ataques cibernéticos. Ela é de enorme importância para que a jornada da transformação digital seja de fato benéfica e gere crescimento para a sua empresa.

Aqui no nosso artigo Tudo sobre Segurança Cibernética abordamos a importância dela para a pequena e média empresa, o valor das informações e alguns passos para que você deixe sua empresa mais segura.

Conclusão

O caminho de transformação digital para pequenas e médias empresas não é só possível, mas necessário para o presente e o futuro dos seus negócios, que estão inseridos em um cenário de constante evolução.

Apontamos para você caminhos e passos iniciais para garantir que sua empresa comece essa jornada e tenha sucesso em seus avanços.

É de extrema importância que você além de buscar implementar essa transformação, procure garantir a Segurança das informações e dados da sua empresa, promovendo assim um desenvolvimento seguro e contínuo.

Quem é a Starti

Somos uma empresa de segurança cibernética e ajudamos pequenas e médias empresas a fortalecer suas redes e proteger seus dados.

Nosso principal produto é o Starti Security UTM, software de cibersegurança que unifica e centraliza tecnologias de Firewall, IPS, IDS, Controle de Banda e Internet, VPN, Web Filter, Vouchers para visitantes e Relatórios de navegação.

blog-datasheet-1

ALGUMAS FONTES:
COMPUTERWORLD  |  IUGU  |  SAIADOLUGAR