Calcular qual será o custo de um projeto de redes é algo que todo gerente ou coordenador da área TI deve saber, pois, dependendo da empresa, uma hora ou outra essa questão aparecerá como uma prioridade de negócio, principalmente, para as que se encontram em pleno processo de expansão de sua operação.

O fato é que no momento de montar o projeto, é preciso que o responsável tenha ciência dos seus custos, bem como as boas práticas sobre o tema. Por exemplo, é importante saber quais são as normas técnicas a serem seguidas, pois elas refletem não só no projeto, mas também nos gastos que a empresa poderá ter nessa implementação.

Pode não parecer importante, mas detalhes como esse ajudam as empresas a lidarem melhor com esse desafio, visto que muitas delas podem passar por mudanças de um dia para outro, o que exige agilidade, algo que reflete na própria infraestrutura do projeto.

Então, saber as necessidades da empresa antes orçar um projeto de redes também é essencial para garantir que este se adapte às suas evoluções tanto no curto, quanto no longo prazo.

Por isso, preparamos aqui algumas dicas do que é necessário ser levado em consideração ao calcular o custo de um projeto de redes. Está interessado no assunto? Então acompanhe o restante do post!

Conheça quais são as etapas do projeto

1.-Conhe-a-quais-s-o-as-etapas-do-projeto
Antes de mais nada, é preciso conhecer quais são todas as etapas necessárias para executar o projeto de redes. Aliás, isso é uma premissa básica para qualquer tipo de empresa que queira entender os seus custos e, com um projeto de redes, isso não seria diferente.

Saiba que cada etapa pode incluir itens diferentes que vão influenciar totalmente o custo final do projeto, tais como transporte, compra de equipamentos, mão-de-obra externa, dentre outros. Além disso, essa é uma ótima maneira de entender o tempo que será necessário para executá-lo.

Aliás, saber estimar qual será o tempo para cada etapa é essencial para entender o quanto cada uma delas influenciará nos custos do projeto. Portanto, não esqueça de verificar se nenhuma etapa ficou para trás. Contar com mais de uma pessoa para fazer essa lista ajuda a mitigar qualquer falha nessa questão.

Descubra as particularidades do projeto

2.-Descubra-as-particularidades-do-projeto
Outro ponto interessante a ser considerado são as particularidades do projeto em si. Afinal, nenhum é igual ao outro e não existe uma receita pronta para estimar os seus custos de forma geral. Ou seja, é preciso saber quais componentes cada um necessita.

O fato é que pode até existir um padrão, mas dependendo dos objetivos do negócio, o projeto exigirá uma infraestrutura diferente. Estamos falando de passagens de fibra óptica, cabos, switches, roteadores, firewall, dentre outros dispositivos.

Pode até parecer óbvio, mas todos esses componentes alteram significativamente os custos do projeto. Então, tenha em mente que não adianta nada começar a calcular o custo sem saber dimensionar o tamanho da infraestrutura que será necessária.

Por isso, é preciso ter uma boa noção dos itens que serão necessários para levantar o custo de cada um deles e entender como eles influenciam no todo.

Identifique a mão-de-obra necessária

3.-Identifique-a-m-o-de-obra-necess-ria
Outro item essencial em um projeto de redes é a mão-de-obra necessária para a sua execução. É importante ter em mente quantos colaboradores serão necessários para atuar em cada etapa do projeto e por quanto tempo eles terão que trabalhar dedicados nesse desafio.

Nesse momento, é preciso levar em consideração que um colaborador dedicado ao projeto não poderá realizar outras tarefas. Então, avalie o quanto isso pode comprometer outras tarefas da empresa e também se haverá custos adicionais. Isso geralmente acontece quando os colaboradores precisam trabalhar mais do que o tempo diário de expediente.

Além disso, não se esqueça que alguns trabalhos do projeto precisarão ser executados por mão-de-obra externa, ou seja, será necessário a contratação de terceiros, tal como uma empresa especialista no assunto, por exemplo. Por isso, é importante não esquecer de levar em consideração quaisquer custos referentes a essa questão também.

Encontre maneiras de reduzir custos

4.-Encontre-maneiras-de-reduzir-custos
Um ponto importante nessa questão está em encontrar brechas de como se pode reduzir custos do projeto. Obviamente que fazer uma boa análise e contar com uma certa variedade de orçamentos podem ajudar no curto prazo. Mas não deixe de olhar também para o longo prazo.

Estamos falando de tomar decisões de projeto que podem impactar a empresa como um todo no futuro. Podemos citar, como exemplo, a opção por utilizar o cabeamento estruturado. Para quem não sabe, estamos falando da organização dos cabos de rede que facilitam a comunicação dentro da empresa.

Saiba que o cabeamento estruturado consegue realizar a comunicação entre computadores, telefones e a própria rede com um custo baixo e ainda é projetado para que seja possível implementar qualquer expansão da operação do negócio.

Portanto, ao pensar em reduzir custos, entenda como eles podem vir não somente no momento da confecção do projeto, mas também nas fases relacionadas a sua pós implementação.

Não se esqueça das despesas extras

5.-N-o-se-esque-a-das-despesas-extras
Tenha em mente que nem tudo poderá sair conforme o planejado e isso também pode gerar custos adicionais ao projeto. Muitas vezes algum equipamento pode sair mais caro, a estimativa de horas trabalhadas pode sair um pouco fora da realidade, dentre muitas outras coisas.

Então, é sempre bom colocar uma margem de custos que pode cobrir esses e outros imprevistos. Já adiantamos que não existe um jeito certo para fazer isso, o ideal é que seja feito de maneira que se adeque com a metodologia da própria empresa. Por isso, é interessante pedir auxílio para o departamento financeiro se for preciso.

A alternativa mais comum está em aumentar os custos, adicionando uma certa porcentagem, que pode variar dependendo da complexidade do projeto. Independentemente da forma escolhida, o importante é que esse item jamais seja esquecido.

Deu para perceber que calcular o custo de um projeto de redes não é algo de outro mundo, não é mesmo? Então, não deixe de seguir as nossas dicas para que essa questão não vire um empecilho para a execução do que foi previsto.

Gostou deste artigo e quer continuar lendo sobre esse e outros assuntos? Então dê uma olhada em nosso post sobre a redução de custos dentro de uma empresa e aprenda mais sobre o tema!

Leia também:
Saiba quais são as normas de cabeamento estruturado existentes
Apresentação de projetos: como mostrar resultados de TI?
Afinal, o que é ROI em TI e por que ele é importante?

banner_bottom_blog--1-